Desde junho deste ano, o SINPOL tem cobrado reiteradamente ao Governo do Estado o adimplemento relativo às cotas do PJES que, lamentavelmente, vem atrasando mês a mês desde então. Infelizmente o problema não é caso isolado e por isso temos agido da mesma forma no caso da Reflorestar e de tantas outras diárias que estão com seus pagamentos atrasados. Essas denúncias, inclusive, têm sido noticiadas pela imprensa local.

A questão é que o Governo do Estado simplesmente tem ignorado o sindicato e sequer se propõe a explicar o que está causando os recorrentes atrasos. Hoje, mais uma vez, o SINPOL protocolou novo pedido de informação sobre o caso.

Contudo, diferente de outras vezes, caso o Governo do Estado não pague imediatamente o que deve aos Policiais Civis ou pelo menos se manifeste sobre a situação, convocaremos a categoria para deliberar sobre os rumos que devemos tomar. As implicações podem ir desde uma advertência pública até a entrega das cotas do PJES.

Além disso, amanhã mesmo (31), o SINPOL irá entrar com uma Ação de Obrigação de Fazer contra o estado, para que assim sejam pagos os valores atrasados e que a situação não volte a se repetir nos próximos meses.

 

doc

Deixe seu comentário