Ontem (23), em mais uma Operação de Repressão Qualificada (ORQ) realizada pela Polícia Civil de Pernambuco, nomes ligados a organização criminosa responsável pelo assassinato do Comissário Rogério, cometido no último dia 30 de maio, na cidade de Surubim, foram presos. Além dos mandados de prisão, também foram cumpridos outros de busca e apreensão em endereços nas cidades do Recife, Caruaru, Surubim, Casinhas, Macaparana, Limoeiro, Itaquitinga e em algumas localidades nos estados de São Paulo e Bahia, onde um criminoso morreu em confronto com a PCBA.

Os envolvidos vinham sendo investigados ao longo de 1 ano e 2 meses, por envolvimento com a prática de homicídios qualificados, associação ao tráfico, corrupção de menores, posse ou porte de armas de fogo de uso restrito e outros crimes. Em nome de todos os Policiais Civis de Pernambuco, o Sinpol parabeniza os cerca de 140 colegas envolvidos nas investigações e na operação em si, denominada como “Exício”. O empenho das equipes que atuaram na ponta combinada com a pressão feita pelo Sinpol através da imprensa, redes sociais e bastidores surtiram efeito para que fossem garantidas as condições necessárias para que as investigações do assassinato do Comissário Rogério e do avanço do crime organizado em Pernambuco fossem realizadas com sucesso.

O Sinpol também aproveita a oportunidade para deixar claro que não vai descansar até que a organização criminosa que tirou a vida do Comissário Rogério seja totalmente dissipada do estado de Pernambuco. Para que isso aconteça, o Sinpol já está se movimentando há algum tempo, sugerindo e cobrando a instalação de uma Vara específica para o combate ao crime organizado, além de acompanhar se realmente estão sendo oferecidas condições de trabalho para que os Policiais Civis possam atuar.

Deixe seu comentário