Na manhã de ontem, 29.01, a Direção do Sinpol esteve presente no Tribunal de Contas do Estado (TCE) para uma reunião com o Conselheiro Marcos Nóbrega, relator do processo de verificação da legalidade da contratação dos aposentados da Polícia Civil para o exercício de funções administrativas nas Delegacias do Estado.

A comitiva do Sindicato foi capitaneada por seu Presidente, Áureo Cisneiros, o Vice, Rafael Cavalcanti, Mauro Falcão, Diretor Social, e Marsal Sobreira, Diretor de Aposentados. Eles explicaram a necessidade da manutenção da contratação do Policiais aposentados e também defenderam a renovação e ampliação do contrato, com a disponibilização de mais vagas.

Os Diretores procuraram sensibilizar o Conselheiro de que caso entenda pela ilegalidade da volta dos nossos aposentados, o prejuízo seria enorme aos serviços investigativos no Estado diante do já baixo efetivo da Polícia Civil, e que tal entendimento faria com que policiais da ativa tivesse que ficar restritos a tarefas administrativas, prejudicando as já deficitárias equipes de investigação, e que tal decisão inevitavelmente acarretaria num aumento da criminalidade, isso num Estado onde os índices de violência há muito estão acima de níveis minimamente aceitáveis.

O Conselheiro atendeu com atenção a Diretoria do sindicato e se comprometeu a levar em consideração os fatos e a fundamentação jurídica do Sinpol, deixando claro que as explanações e o posicionamento defendido por nós era bastante justo e plausível, afirmando que, diante do que foi exposto, iria buscar decidir pela manutenção da possibilidade de contratar os aposentados.

A decisão deverá ser publicada até meados de fevereiro. Lembramos que a contratação dos aposentados foi uma reivindicação e uma conquista do Sinpol e que, muito embora não estejamos satisfeitos com a remuneração paga, só poderemos buscar uma majoração após a confirmação da manutenção e renovação do contrato. Estamos atentos e vigilantes para que nenhuma conquista da categoria seja retirada.

A DIRETORIA

Deixe seu comentário