Na calada da noite, em uma clara demonstração de serem verdadeiras as palavras do Senador Romero Jucá identificadas em grampos da Polícia Federal, o grande pacto para salvar Michel Temer e todos os corruptos que estão no poder está sendo concretizado. Como contrapartida, mais um golpe contra a classe trabalhadora deste país. Faz parte do acordo a anuência para os grandes sonegadores e o corte de direitos mínimos e históricos do povo, justamente daqueles que nada têm haver com as causas da crise econômica e moral que está abatendo o Brasil.

Dizendo representar Pernambuco, um usineiro militante da Confederação Nacional dos Industriais, Armando Monteiro, e um investigado por diversas denúncias de recebimento de propina, Fernando Bezerra Coelho, foram os Senadores que apunhalaram o pernambucano votando a favor do fim dos nossos direitos trabalhistas. Chegaram ao Congresso Nacional com o discurso de que iriam lutar pelos interesses do nosso estado e seu povo. Mas há muito tempo têm demonstrado que estão comprometidos, na verdade, com os grandes empresários e seus interesses políticos pessoais. Precisamos despertar! Não podemos votar em empresários, pois eles vão apoiar justamente as pautas que retiram nossos direitos e concedem privilégios aos que lucram milhões ou bilhões de reais, independente de qualquer crise.

Em 2018 a gente dá o troco, nas urnas!

Deixe seu comentário