departamentojuridico

Sinpol, 26 anos de luta em favor do Policial Civil de Pernambuco

Fundado no ano de 1989, o Sinpol (Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco), chega a 2015 renovado. Com nova gestão desde novembro de 2014, a legítima entidade representativa dos policiais civis renova suas energias para entrar em uma nova etapa na luta por melhores condições de trabalho e de salário para a categoria.

O Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco é um dos mais antigos de todo o Brasil e tem suas origens no Clube da Guarda Civil, no final dos anos 1980. Os cerca de 100 membros do Clube realizaram, com recursos próprios, a aquisição do prédio onde, atualmente, funcionam as instalações do Sinpol.

O Clube da Guarda ainda passaria por mudanças e se transformaria na Associação da Guarda Civil, a qual, por sua vez, teve sua nomenclatura extinta por força de decreto nacional, passando a se chamar Aspsep (Associação Pernambucana dos Servidores da Polícia Civil), incorporando a União da Polícia Civil e, finalmente, Sindicato dos Policiais Civis.

Surgido em uma época em que a segurança não era uma prioridade para o poder público nem pauta de debates teóricos, o Sinpol se fundamentou como instrumento de luta pela defesa dos policiais civis, como melhores salários, condições de trabalho, bem como pelo papel de investir em benefícios diretos para a categoria.

Mesmo dois anos antes da instituição do Sindicato como entidade representativa dos Policiais Civis do Estado, a primeira campanha salarial já era realizada, reunindo, pela primeira vez, mais de mil policiais civis em uma assembleia inédita, resultando, também, na primeira passeata da categoria, que culminou com um com ato público realizado na Praça do Diário, no Centro do Recife, em 1987.

Foi a partir deste evento que a sociedade passou a participar de forma mais ativa na discussão de políticas públicas de segurança, tornando o ato um verdadeiro marco na história da Polícia Civil em Pernambuco e de onde foram dados os primeiros passos na articulação de uma entidade sindical da categoria, institucionalizada em 1989, após uma intensa mobilização nas campanha das assembleia constituinte e de campanhas para aprovação de emendas na Câmara Federal para que servidores públicos e policiais conquistassem o direito de sindicalização.

A participação do Sinpol também foi de extrema importância para a fundação dos sindicatos da categoria em diversos outros estados, bem como forneceu apoio à formação de sindicatos de outras entidades, como a Polícia Federal. O engajamento sócio-político do Sinpol é extremamente importante em diversas lutas e mobilizações, como a que repudiou com veemência a tentativa do Governo Federal, na gestão de Fernando Henrique Cardoso, em 1995, de tentar retirar dos policias o direito à greve, de sindicalização e até mesmo de tornar a polícia subordinada ao Exército. À época, o Sinpol reuniu-se com outros sindicatos do País, formando um fórum nacional que conseguiu derrubar a iniciativa daquele governo.

Atualmente, as lutas ganharam outros contornos, não menos desafiadores. A categoria enfrenta um recrudescimento nas relações com o Governo, fruto de políticas erráticas, total falta de planejamento, desvalorização dos profissionais de segurança pública e ausência de investimentos sérios em pessoal.

A nova gestão do Sinpol vem trabalhando com afinco e recuperando o protagonismo do sindicato. Eleitos em novembro de 2014 para o triênio 2014/2017, vem implantando práticas políticas que convergem para uma maior transparência na administração da entidade, espírito combativo e focado na ampliação de direitos e condições de trabalho da categoria e rearticulação do Sinpol com a sociedade civil em Pernambuco e no Brasil.