Em mais um dia de atividades, o ACAMPAMENTO CONTRA O RETROCESSO, idealizado pelo SINPOL e coordenado conjuntamente por outras vinte entidades sindicais de diversas categorias, foi remontado hoje (5), a partir das 7h da manhã, na Estação Central do Metrô do Recife. O primeiro ato do acampamento aconteceu no último dia 31, na Praça do Diário. Os organizadores da ação distribuíram panfletos e dialogaram com a população sobre as reformas da previdência, trabalhista e a terceirização irrestrita. Todas essas medidas ameaçam direitos históricos, como a aposentadoria, auxílio desemprego, FGTS, licença maternidade, férias, entre outros.

O ato também serviu para divulgar a mobilização que está sendo feita em todo o país rumo à greve geral, convocada para o próximo dia 28. O Presidente do SINPOL e Coordenador do acampamento, Áureo Cisneiros, acredita que o caminho para evitar o pacote de medidas proposto pelo Presidente Michel Temer é o diálogo com o povo. “Quando a sociedade perceber do que se tratam todas essas reformas, será impossível que elas se concretizem. A força e a união do povo brasileiro, através da classe trabalhadora deste país, evitará essa verdadeira volta à barbárie que estão propondo”, avalia.

Deixe seu comentário