Giovanni Soares Júnior
É com profundo pesar que o Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco lamenta a morte do policial militar Geovani Soares, de apenas 24 anos, pertencente ao 6º Batalhão da PM de Pernambuco, morto na noite da última segunda-feira (11). O companheiro foi baleado enquanto cumpria suas atividades na Estação Montes Guararapes do Metrô do Recife, em Jaboatão dos Guararapes, durante confronto com meliantes. Outro soldado da mesma unidade também ficou ferido na investida.
Há fortes indícios de que, mais uma vez, a arma da marca TAURUS, usada pelos PMs, tenha falhado, o que facilitou a ação dos bandidos e resultou na morte do jovem policial militar Geovani Soares. O SINPOL-PE já cobrou da Secretaria de Defesa Social e da Chefia de Polícia o recolhimento e a substituição dessas armas. Vale ressaltar ainda que o Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco solicitou a gestora do Setor de Perícia, da Polícia Civil, Sandra Santos, que fornecesse os laudos das armas com ocorrências de policiais onde haja indícios de supostas falhas e a resposta dada pela gestora foi negativa.
Continuaremos a cobrar de forma mais enfática a solução do problema com as armas da TAURUS pois este armamento pode causar danos irreversíveis tanto para os policiais quanto para a população em geral.
Todos os Policiais Civis estão em luto pela morte do companheiro Geovani Soares. Nosso mais profundo pesar e sentimentos aos familiares e amigos.

Deixe seu comentário