O Sinpol vem a público exaltar a atuação dos mais de 100 Policiais Civis que realizaram a operação “Lança Gloriosa”, deflagrada na manhã de ontem (14) nos municípios de Casinhas, Surubim, São Vicente Ferrer, Tacaimbó e Bom Conselho, para cumprir mandados de prisão e busca e apreensão contra suspeitos de envolvimento no assassinato do Comissário Rogério, em maio passado.

As investigações, na verdade, são ainda mais amplas, levando em conta não só o crime de assassinato de agente público, mas também os de porte de armas de calibre restrito e organização criminosa. Essas denúncias, inclusive, vêm sendo feitas e cobradas sistematicamente pela diretoria do Sinpol ao comando da Polícia Civil de Pernambuco. Como noticiado anteriormente, foram diversos ofícios, reuniões e até ações judiciais para garantir que as condições de trabalho necessárias fossem oferecidas para que as equipes especializadas pudessem solucionar o caso.

Para além disso, o Sinpol também vem atuando e pressionando gestores para que ações enérgicas sejam tomadas agora para evitar que o crime organizado se instale definitivamente em nosso estado. Mais uma vez, está provado que com o mínimo de condições de trabalho, os Policiais Civis de Pernambuco poderiam fazer muito mais pela sociedade.

Deixe seu comentário