A perseguição aos dirigentes do SINPOL não para. Mais uma vez o Governo faz uso da Corregedoria Geral da Secretaria de Defesa Social para tentar calar Áureo Cisneiros e o Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco. O presidente licenciado do SINPOL, que disputa um mandato de Deputado Estadual, recebeu mais um Processo Administrativo – PAD, desta vez em decorrência do vídeo que denuncia o fechamento das delegacias do estado após às 18h, desmentindo a afirmação feita por Paulo Câmara de que as delegacias do Pernambuco funcionam todos os dias da semana, 24h por dia.

Com este PAD já são 16 processos administrativos arrolados contra Áureo Cisneiros. É importante destacar que todos os processos contra Áureo versam sobre reivindicações por condições mínimas de trabalho, de material de proteção individual, de estrutura para delegacias e institutos e por cobrar a contratação de pessoal. Ou seja, por exercer, estritamente a atividade sindical em prol de melhores condições para os Policiais Civis e a população pernambucana.

Sobre o caso das delegacias, o SINPOL entende ser um absurdo fazer com que as delegacias fiquem aberta com apenas um Policial Civil de plantão. Todo e qualquer dano sofrido pelo Policial Civil será de responsabilidade do Governador.

Deixe seu comentário