Como prometido, ontem (31), a Diretoria do Sinpol acionou a justiça por meio de uma Ação de Obrigação de Fazer contra o Estado. A medida foi adotada por conta dos recorrentes atrasos no pagamento dos Policiais Civis que tem atuado no PJES e tem dois objetivos: evitar judicialmente novos atrasos e garantir que o saldo devedor existente seja pago imediatamente pelo.

Essa situação vem acontecendo mês a mês desde abril deste ano. Em todas as ocasiões o Sinpol cobrou o imediato pagamento e explicações sobre o motivo dos atrasos. “Nenhuma explicação nos foi dada sobre o que vem causando essa situação. O pior é que isso não tem acontecido apenas com os Policiais que têm atuado no PJES. Temos sido obrigados a atuar da mesma forma em diversos outros campos, como no caso da Operação Reflorestar e até mesmo para garantir o pagamento de diárias”, afirma o Presidente do Sinpol, Áureo Cisneiros.

Deixe seu comentário