O Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco vem a público se solidarizar com os familiares e amigos da vereadora Marielle Franco, do PSOL Rio de Janeiro, e do motorista Anderson Pedro Gome, assassinados barbaramente na noite desta quarta-feira (14), no Centro do Rio. A Delegacia de Homicídios, que investiga o caso, afirma que a principal linha de investigação é execução. Marielle era relatora da comissão formada pela Câmara Municipal do Rio para acompanhar a intervenção federal militar na cidade.

Este é mais um caso para as estatísticas de homicídio do País. Embora não se trate de um caso qualquer, já que a vereadora era uma militante política com atuação destacada na defesa dos direito da população mais carente e que teve sua voz absurdamente silenciada. Independente da corrente política, o SINPOL vê qualquer atentado contra representantes políticos como uma afronta à democracia e espera que o caso seja investigado com afinco e que os assassinos sejam identificados e punidos para que casos como esse não se repitam nunca.

Deixe seu comentário