Nesta sexta-feira (24/10), por volta das 21h30 terminou a apuração dos votos da eleição do Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (Sinpol/PE). A Chapa 3, do candidato Áureo Cisneiros foi a vencedora, por apenas 83 votos de diferença contra a Chapa 1, do atual presidente Cláudio Marinho, que disputava a reeleição.

Durante três dias de votação (20,21 e 22 de outubro) os cerca de quatro mil policiais civis associados ao sindicato puderam escolher entre três chapas para dirigir o sindicato pelos próximos três anos. Como o voto facultativo, esta foi considerada a eleição com maior participação da categoria, num total de 2.572 participações. A Chapa 01 somou 1.116 votos, a Chapa 02, encabeçada por Diego Soares 257, e a Chapa 3,  com 1.199 votos.

A atual diretoria do Sinpol/PE agradece o engajamento e apoio de tantos associados, e estima que os seus sucessores zelem por toda a estrutura até hoje construída, desejando também que os benefícios almejados nas lutas que estão por vir sejam sempre em prol de toda a categoria, sem distinção, sem esquecer aqueles que já estão aposentados, mas que dedicaram suas vidas em prol da Instituição.

A atual diretoria deixa seu legado: sede própria, departamento médico modernizado, corpo jurídico competente, Hotel de Trânsito equipado, e uma estruturação no quadro da Polícia Civil que nunca havia sido feita, a realização do sonho do Plano de Cargos e Carreiras, e um caminho já trilhado para acabar com a distorção entre QPC-Especial e delegados em início de carreira. Que os sucessores saibam aproveitar todos estes passos para avançar.

“Nosso obrigado à cada um que vestiu nossa camisa vermelha, que dedicou este tempo em apoio ao nosso trabalho, reconhecendo todos os avanços conquistados. Obrigado aos que mesmo com dificuldades de locomoção, vieram. Aos que saíram de longe, que paráram um pouco os afazeres cotidiano, o trabalho, para depositar seu apoio à Chapa 1, nosso muito obrigado, assim como para aqueles que fizeram questão de vir a sede do sindicato nos oferecer um abraço e renovar os votos de confiança. Obrigado!” declara Cláudio Marinho.

Deixe seu comentário