Nesta quinta-feira (28), tomamos conhecimento através da imprensa que o Secretário Nacional de Segurança Pública, General Guilherme Teófilo, estava em Pernambuco e participaria de uma reunião do Pacto Pelo Vida. Em coletiva dada após a reunião, realizada a portas fechadas, o General explicou que o motivo de sua visita seria a organização de um projeto piloto nacional para o enfrentamento a violência.

Na ocasião foi anunciado que Paulista será uma das cinco cidades brasileiras escolhidas para integrar o projeto-piloto interministerial do Programa Nacional de Enfrentamento à Criminalidade Violenta, lançado pelo Governo Federal. Outras quatro cidades, uma em cada região do país, também vão receber ações do Programa.

O projeto prevê a união entre governos federal, estaduais e municipais, para alcançarmos uma segurança pública de qualidade. Segundo o General Teófilo, esse “é um plano que vai funcionar com integração entre União, estados e municípios. Esse esforço vai ser traduzido na sensação de segurança que pretendemos trazer para todo o país”, apontou.

Inegavelmente a iniciativa é benéfica para o país e por isso devemos apoiá-la. Contudo, também é verdade que não será possível montar um consistente e eficiente plano de combate a criminalidade sem envolver as representações dos trabalhadores e trabalhadoras da segurança pública, que são os que estão na ponta, diariamente, lidando com o crime e suas articulações. Por isso, o Sinpol-PE se coloca a disposição de quaisquer inciativas que visem combater a criminalidade em nosso país.

Deixe seu comentário