Durante a noite, quem precisa registrar um BO, o Boletim de Ocorrência, em Pernambuco tem encontrado dificuldades. É que cerca de 85% das delegacias do estado estão fechando às 18h por falta de efetivo e falta de material de trabalho, o que é um absurdo, já que o crime não tem horário marcado para acontecer. Além de não funcionar à noite, os distritos policias também permanecem de portas fechadas nos finais de semanas e feriados, medida que tem impactado diretamente nos índices de criminalidade.

Se a situação na capital é difícil, o quadro se agrava ainda mais no Interior do Estado. A maioria dos municípios só dispõem de uma delegacia e não existe plantão à noite, deixando os moradores completamente desassistidos. O SINPOL-PE, recentemente, visitou as delegacias de Escada, Primavera Chã Grande e Amaraji, além das unidades dos bairros de Ipsep e Espinheiro, no Recife, todas com as portas fechadas após às 18h.

É importante frisar que a cada 100 homicídios no estado, apenas nove são elucidados. “Nós não podemos permitir que aconteça o que vimos em 2017, com taxas absurdamente altas de homicídios, violência contra a mulher, assalto a ônibus, explosão a bancos. Ninguém aguenta mais. O governador Paulo Câmara precisa tomar uma atitude urgente”, cobrou o presidente do SINPOL, Áureo Cisneiros.

Deixe seu comentário