O Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco, através da sua assessoria jurídica, ajuizou ação coletiva contra o Governo do Estado cobrando o pagamento devido das horas extras trabalhadas pelos profissionais da PCPE durante a escala do Carnaval 2018. O servidor da Polícia Civil, assim como todo trabalhador, tem o direito constitucional de receber as horas laboradas acima de sua jornada semanal como extraordinárias, acrescidas de no mínimo 50%.
Além disso, a ação coletiva requer ainda que as diárias e a ajuda de custo para o transporte sejam pagas de forma antecipada, já que o Policial não pode tirar dinheiro do próprio bolso para trabalhar no Carnaval.
O SINPOL, mais uma vez, está na luta pelos direitos do Policial Civil de Pernambuco e pela segurança da população. “Nós queremos que a sociedade pernambucana tenha segurança de qualidade, mas não podemos fechar os olhos para a precária situação de trabalho que o Governo do Estado está dando para nossa categoria. Somos cidadãos e profissionais e vamos exigir nossos direitos”, desta o presidente do sindicato, Áureo Cisneiros.

Deixe seu comentário