O Sinpol protocolou, na última sexta-feira (12), um ofício direcionado ao gabinete do Chefe de Polícia, Nehemias Falcão, cobrando que seja desenvolvido e aplicado um protocolo padrão para ocorrências que envolvam Policiais Civis no estado.

A medida tem o objetivo de coibir abusos, arbitrariedades, excessos, humilhações, exposição indevida da imagem, violação aos direitos humanos dos Policiais, ou tratamentos degradantes que possam vir a ser cometidos por Policiais Militares ou outros Civis.

Recentemente, a prisão de um Policial Civil na cidade de Caruaru virou “um espetáculo”, quando as imagens produzidas pela investigação da P2 – o que já é uma aberração jurídica – foram vazadas em grupos de whatsapp e chegaram até a impressa local. Esse fato lamentável e desrespeitoso atinge não só o colega, mas a toda a categoria e a própria Polícia Civil. Por isso, casos como esse, não podem mais ser tolerados.

Confira o conteúdo do ofício confeccionado pelo presidente do Sinpol em exercício, Rafael Cavalcanti!

 

Oficio_00232020-R-11dejunho

Deixe seu comentário