Na noite da última terça-feira, 28.01, foi realizada a primeira assembleia da Campanha Salarial dos Policiais Civis de Pernambuco. Cumprindo determinação da própria categoria, que no final de 2019, após o Governo do Estado passar o ano negando-se a negociar com o SINPOL e com todas as outras entidades de classe do funcionalismo público estadual, a Assembleia deliberou pela continuidade do movimento, com a deflagração da nossa operação padrão, denominada Operação Polícia Cidadã.

Diante do desrespeito do Governo com a categoria, os Policiais Civis resolveram aumentar a pressão por reconhecimento e valorização, já que o próprio Governador Paulo Câmara faz propaganda com o resultado do trabalho dos Policiais, que há dois anos estão ajudando a reduzir os homicídios e a criminalidade como um todo, mas se recusa a tratar da valorização e modernização necessária para melhorarmos os serviços prestados ao povo pernambucano. Os Policiais Civis demonstram que são altamente capazes, mesmo com a precária estrutura, o modelo arcaico de Polícia Judiciária e a falta de efetivo que persiste durante toda a gestão Paulo Câmara, que mesmo com a mais que necessária nomeação de cerca de 450 novos policiais, sequer irá repor o efetivo que se aposentou ano passado.

Diante de tudo isso a classe deliberou, além da deflagração da Operação Polícia Cidadã, por uma nova Assembleia no próximo dia 13.02 para avaliação do movimento e novas deliberações com possíveis paralisações; pela participação na possível paralisação nacional do dia 03.03 por igualdade de tratamento com a PM nas regras da nossa previdência; e pela saída dos Agentes, Escrivães, Peritos Papiloscopistas, Auxiliares de Perito e de Legista, de todos os grupos funcionais das delegacias e institutos (inclusive porque, como consta no manual da OPC, qualquer ordem, despacho ou determinação dos delegados deve ser repassada de forma oficial, impressa, por meio de ordem de serviço ou despacho nos autos do inquérito).

A pauta apresentada no ano de 2019 foi revalidada pela assembleia. Abaixo o resumo com os principais pontos de pauta:
1. Novo enquadramento, amplo, geral e irrestrito, para TODOS os Policiais Civis, INCLUSIVE os que estão em estágio probatório;
2. Inicial de R$ 6.000,00;
3. Final igual ao 2º nível dos Delegados;
4. 01 (uma) faixa (letra) a menos em cada Nível da nossa tabela do PCCV, perfazendo um total de 19 anos, já contando o probatório, para se alcançar o teto da tabela;
5. Unificação dos cargos de Agente e Escrivão;
6. Alteração da nomenclatura de Auxiliares de Perito e Legista.

A diretoria do Sindicato divulgará calendário de visitação, a partir da semana que vem, buscando percorrer todas as unidades da Polícia Civil para orientar e fiscalizar a execução da Operação.

O sucesso de nossa campanha dependerá do engajamento e do cumprimento da Operação Polícia Cidadã no dia a dia de nossas tarefas.

Vamos à luta!

A DIRETORIA

IMPORTANTE: Tenha acesso ao manual completo da OPC, incluindo toda a legislação pertinente, pelo site www.sinpol-pe.com.br ou baixe nosso aplicativo (SINPOL PE) no Google Play ou App Store e tbm tenha acesso a notícias da mobilização e outros serviços do sindicato.

Deixe seu comentário