Centrais sindicais, movimentos sociais e estudantis se reuniram na tarde da última terça-feira (5), na Praça do Derby, em ato público contra a reforma da Previdência. O SINPOL-PE, representado pelo presidente Áureo Cisneiros, marcou presença na manifestação, que seguiu em caminhada pela avenida Conde da Boa Vista em defesa do direito à aposentadoria e contra as mudanças propostas pelo governo federal.

Na avaliação do presidente do Sinpol, trata-se de uma reforma criminosa conduzida pelo governo mais corrupto que o Brasil já teve. “Estão querendo abolir, para a maioria da população, o direito a usufruir da aposentadoria. Esta reforma é um grande retrocesso para o Brasil e para os trabalhadores brasileiros. Não podemos permitir!”, disse Áureo Cisneiros.
Ainda segundo Cisneiros, a unidade da classe trabalhadora é fundamental para conseguir barrar o avanço das votações da reforma da Previdência. “Nós precisamos nos unir em uma grande greve geral. Temos que começar desde já a mobilização. Nós não podemos cair nesse golpe. É preciso mostrar que os trabalhadores estão unidos e que vão barrar a reforma criminosa da Previdência”, cobrou.
O ato desta terça-feira foi uma preparação para a grande greve geral, programada para a próxima semana, em defesa da previdência e dos direitos do trabalhador brasileiro.

Deixe seu comentário