O Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco oficiou o Governo do Estado, na última quinta-feira (5), requerendo a revogação imediata da regra que exige do Servidor Policial Civil o cumprimento de 30h/aula em cursos específicos para que consiga progredir profissionalmente.

São muitas as distorções, paradoxos e contradições que fundamentam o Decreto de Avaliação de Desempenho. Além de só afetarem os cargos da base da Polícia Civil, criam um gargalo para estes servidores, já que apesar de exigidos, os cursos não são ofertados pelo estado.

Diante desse cenário, o Sinpol decidiu inicialmente usar as vias do diálogo e do entendimento. Mas caso a Administração não reveja seu posicionamento, o setor jurídico do Sinpol já estuda as medidas judiciais possíveis e cabíveis para que essa distorção seja corrigida.

Confira o ofício clicando aqui!

Deixe seu comentário