O SINPOL-PE impetrou ação contra as escalas ilegais do Programa de Jornada Extra de Segurança (PJES). A ação pede também que seja respeitada a legislação estadual, que limita em apenas 60 horas mensais a quantidade de Horas Extras laborais realizadas pelos Policiais Civis em suas rotinas de trabalho. A ação foi impetrada junto ao Tribunal de Justiça de Pernambuco na última quarta-feira (7).

O SINPOL-PE pede ainda que o Governo do Estado respeite o intervalo de 12h entre o serviço ordinário e o extraordinário, ou entre o extraordinário e a volta ao ordinário. De acordo com o Sindicato, a ação é mais uma tentativa de fazer com que o Governo do Estado perceba o nível de irregularidade pela qual vivem os Políciais Civis de Pernambuco, que estão entre os mais desvalorizados do país.

Confira a íntegra do pedido a baixo 👇🏽

MS-LIMITE-HORAS-EXTRAS-REVISADA

Deixe seu comentário